O Bolsa Família possuí algumas condicionalidades que as famílias devem cumprir. E existe também a gestão dos benefícios que verifica os benefícios e toma as ações necessárias para gestão dos benefícios. Algumas dessas ações são bloqueio, cancelamento e suspensão. O bloqueio do benefício por exemplo, pode ser dado por vários fatores, veremos abaixo quais são esses fatores.

benefício bloqueado

O Benefício bloqueado

O bloqueio do benefício ocorre quando é feita uma averiguação de alguma regra do programa e é identificado que não está ocorrendo o cumprimento dessa regra. O bloqueio do benefício pode ocorrer por várias razões e por isso é necessária que a família fique atenta e procure o setor do Bolsa Família para obter informações.

Bloqueio por averiguação cadastral

O bloqueio do benefício por averiguação cadastral consiste justamente na quebra ou possível quebra de alguma regra do Programa Bolsa Família. Como também pela não localização da família. E caso a família não resolva junto a gestão municipal o problema dentro de seis meses, o benefício será cancelado. É por esses fatores que o cadastro da família deve ser atualizado dentro do prazo.

Bloqueio por descumprimento de condicionalidades

Já o bloqueio por descumprimento de condicionalidades ocorre quando a família acaba descumprindo alguma condicionalidade do programa. As condicionalidades podem ser vistas aqui. E caso a família não tenha descumprido as condicionalidades, deve apresentar as provas a Gestão Municipal.

Qualquer bloqueio do benefício pode trazer prejuízos para a família que já contava com aquele benefício. Para evitar isso é importante que a família esteja sempre atenta aos prazos de atualização, as condicionalidades do programa e as informações e regras do Programa Bolsa Família. Quando a família cumpre todas as condicionalidades e prazos estipulados pelo programa, ela deixa de correr riscos e não tem problemas com benefício.

Para mais informações sobre bloqueio, procure a Gestão Municipal do Programa Bolsa Família.