Recentemente várias pessoas estão recebendo cartas do Governo Federal sobre o Cadastro Único e Bolsa Família. As Cartas do Cadastro Único contém informações importantes e ao chegar nas residências, muitas pessoas ainda estão perdidas sem saber como agir. Se você é uma dessas pessoas que recebeu cartas do Cadastro Único e Bolsa Família, continue lendo para entender o que fazer.

Leia a Carta

Como toda e qualquer carta, devemos primeiramente ler. Qualquer informação na carta é importante e a leitura dela é fundamental para compreender o motivo que ela chegou até você.

cartas cadastro único

Cartas de Convocação

Recentemente o governo federal está enviando Cartas do Cadastro Único, as chamadas cartas de convocação para alguns beneficiários do Bolsa Família atualizarem seus cadastros. Elas estipulam uma data limite para atualização e fazem parte do processo de Revisão Cadastral e Averiguação Cadastral 2015. Após qualquer convocação é importante que o beneficiário procure o setor do Bolsa Família no seu município para obter mais esclarecimentos.

Famílias em Averiguação Cadastral

Os processos de averiguação cadastral são fundamentais para o controle do programa e as cartas são mecanismos muito utilizados para informar as pessoas sobre esses processos. No atual processo de Averiguação Cadastral 2015, o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate a Fome está enviando cartas para os usuários do Cadastro Único que necessitam comparecer ao setor da Gestão do Cadastro Único / Bolsa Família para atualização cadastral.

Cartas do Cadastro Único – Inclusão

Um cuidado que as pessoas devem ter é entender a informação existentes nas cartas recebidas. O MDS também envia cartas informando que a pessoa agora está cadastrada no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e isso não significa que ela é beneficiária do Bolsa Família. As Cartas do Cadastro Único devem ser compreendidas da maneira correta para evitar confusões e boatos sobre o programa.