Toda família que é cadastrada no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal precisa ter ser cadastro sempre atualizado. Principalmente as famílias que recebem Bolsa Família. Para ter seu cadastro em dia é importante atualizar nos prazos estabelecidos e sempre que houve qualquer mudança significativa na situação da família.

Cadastro Único deve ser atualizado dentro do prazo de 2 anos

Após cada atualização cadastral, o Responsável Família recebe um comprovante de cadastramento com a data em que foi feito a atualização. O RF também é informado que para manter o cadastro em dia é necessário atualizar sempre que ocorrer alguma mudança importante na família ou no máximo dentro do prazo de 2 anos. Esse prazo de 2 anos é o máximo para que a família não fique com o Cadastro Único desatualizado e as informações estejam sempre atualizadas.

 

Casos onde é necessária a Atualização Cadastral

Existem casos específicos que é obrigatório a família atualizar o cadastro. Essas informações são importantes porque são mudanças significativas e que influenciam na renda, número de pessoas ou até mesmo endereço residencial ou das escolas onde as crianças estudam. E todas essas mudanças implicam diretamente no benefício, sendo necessário a atualização dos dados para não ocorrer eventuais problemas.

Segue os casos onde essa atualização cadastral é necessária:

  • Nascimento ou morte de alguém na família

Qualquer mudança nesse quesito influencia pois o cadastro precisa conter a quantidade correta de membros da família.

  • Saída de um integrante para outra casa

Segue a mesma justificativa do item anterior. O cadastro precisa de informações atualizadas. Se um filho muda de endereço para morar em outra residência ou um casal se separa e o cônjuge se muda, é importante que seja feito a atualização do cadastro para informar essa mudança.

  • Mudança de endereço

Quando a família muda de endereço ou até mesmo cidade, o RF deve informar o novo endereço para constar no cadastro. Essa informação é importantíssima visto que muitas ações de busca são feitas ou o envio de correspondências pela CAIXA ou MDS. No caso de mudança de cidade, a família vai procurar o setor do Bolsa Família/Cadastro Único do novo município e informar que tinha cadastro em outra cidade para que seja feita a transferência do cadatro.

  • Entrada das crianças na escola ou transferência de escola

Essa informação está diretamente ligada ao benefício, já que uma das condicionalidades do Bolsa Família é ligada a educação. As crianças precisam ser matriculadas e frequentarem a escola. Se a informação da escola não consta, a frequência da criança não é registrada e isso impacta no benefício da família.

  • Aumento ou diminuição da renda, entre outros

Qualquer aumento ou diminuição de renda precisa ser registrada no Cadastro Único. Se algum membro da família assinou carteira ou começou a receber algum benefício como aposentadoria; essa informação precisa ser repassada.
A renda é um fator determinante para o Programa Bolsa Família.

Cadastro em dia é uma exigência

Como já falamos anteriormente, manter o cadastro em dia é uma exigência do Governo Federal. Todos os benefícios oriundos da inserção da família no Cadastro Único, só podem ser usufruidos se o cadastro estiver atualizado.

Mas e se não houver nenhuma mudança na minha família?

Ainda assim, deve ser feita a atualização cadastral onde a família irá apenas confirmar as informações e assim evitar que o cadastro fique desatualizado. Esse prazo é de 2 anos. Quando a família fica mais de dois anos sem atualizar, ela é convocada a fazer a atualização por meio do processo de Revisão Cadastral.

Quando as informações prestadas são divergentes, as famílias são convocadas para o processo de Averiguação Cadastral. Esse processo de Averiguação Cadastral ocorre para manter a veracidade das informações prestadas. E para isso o MDS faz o cruzamento da base de dados do Cadastro Único com outros bancos de dados do Governo para verificar essas informações prestadas pelas famílias. Esses processos de Revisão e Averiguação Cadastral favorecem a qualidade cadastral e um controle mais eficiente do Programa Bolsa Família.