Todo pessoa que é cadastrada no Cadastro Único precisa ter seus dados informados ao Governo Federal. E esses dados são informados através da ferramenta de cadastramento que é o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. É nesse programa que o governo têm acesso a todos os dados relacionados a cada pessoa cadastrada, desde dados relativos a moradia até números de documentos que são utilizados para verificar as informações prestadas. Vamos entender nesse artigo quais os documentos necessários para a inclusão no Cadastro Único e por que eles são exigências.

documentos

Documentos necessários para a inclusão no Cadastro Único

Para o Responsável Familiar é necessário os seguintes documentos:

  • CPF ou Título de Eleitor

Para os demais membros da família é necessário levar um dos seguintes documentos:

  • RG, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, Certidão de Nascimento ou Casamento.

Se sua família for quilombola, o Responsável pela Família pode apresentar um destes documentos:

  • RG, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, Certidão de Nascimento ou Casamento

Se sua família ou pessoas da família forem indígenas:

  • Podem apresentar além de todos os documentos informados anteriormente, a Rani, que é a Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena.

É importante citar que alguns municípios e suas gestões municipais do Bolsa Família exigem mais de um documentos para ter um controle melhor. Assim, é bom entrar em contato com o Bolsa Família do seu município e saber a respeito dos detalhes. Já que existe também a marcação das entrevistas nas cidades onde existe um fluxo muito grande de atualizações diárias.

Os documentos são necessários para ter um conhecimento a respeito dos dados informados. O Cadastro Único é ligado a diversas outras bases, dentre elas, a da Receita Federal, e com isso o sistema consegue verificar se as informações prestadas pelo Responsável Familiar são realmente verdadeiras. Por isso, toda e qualquer informação deve ser verdadeira para não gerar constrangimento posteriormente.

Se você deseja ter sua inclusão no Cadastro Único, pegue seus documentos e leve no setor do Bolsa Família da sua cidade. Munido de todos esses documentos ficará fácil ter sua inclusão no Cadastro Único. É importante também lembrar que após a inclusão é necessário fazer atualizações do cadastro de acordo com as datas informadas pela gestão municipal ou pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Se você não sabe quando será necessário atualizar o seu cadastro, leia esse artigo e saiba quando você precisa atualizar o cadastro levando todos os documentos necessários ao setor específico do programa no seu município.