Muitos brasileiros que solicitaram o benefício tiveram o Auxílio Emergencial Negado. A mensagem de negado apareceu após análise dos dados do solicitante. Você também teve seu Auxílio negado? Quer saber o motivo? Pois confere o nosso artigo, iremos te explicar!

Mensagem de Auxílio Emergencial Negado

A mensagem Auxílio Emergencial Negado apareceu no aplicativo de milhares de pessoas. Muitos que solicitaram o benefício através do Aplicativo / Site do Auxílio ou que aguadaram a análise dos seus dados do Cadastro Único tiveram essa resposta.

O Governo Federal fez a análise dos dados de cada solicitante atráves da DATAPREV. A CAIXA recolhe os dados do Cadúnico e do APP do Auxílio e envia para a DATAPREV que promete em até cinco dias úteis emitir uma resposta a quem solicitou.

Auxílio Emergencial Negado para quem não cumpre os requisitos necessários

Um dos principais motivos para alguém ter o Auxílio Negado é não cumprir os requisitos necessários para ser contemplado com o auxílio. Critérios como renda per capita, não ter vínculo empregatício e não receber benefício assistencial ou previdenciário são decisivos na hora de tornar alguém apto a receber ou não o auxílio.

Nova solicitação pode ser feita

Para quem teve seu Auxílio Emergencial Negado, o governo permite que possa ser feita outra solicitação do Auxílio. E para isso é muito simples, basta que seja preenchido novamente os dados e que aguarde o resultado da nova solicitação.

Porém é importante que o solicitante leve em consideração que o governo só irá mudar a resposta da solicitação se tiver tido alguma mudança significativa de renda, emprego ou outro critério que possibilite o recebimento.

25% das famílias inscritas no CadÚnico não vão receber o benefício

Cerca de 25% das famílias do Cadastro Único não irão ter direito ao Auxílio Emergencial. Atualmente isso equivale a um pouco mais que 7 milhões de famílias que não são elegíveis para o recebimento do auxílio.

Essas famílias não estão de acordo com os critérios exigidos na lei do Auxílio Emergencial. Inclusive existem aproximadamente 700 mil famílias beneficiárias do Bolsa Família que não terão direito  ao Auxílio. 

Pensando nisso, o governo planeja ampliar a concessão do Auxílio para mães responsáveis familiares menores de 18 anos e para pais solteiros considerados como chefes de família.

 

Deixe um comentário

Comentários