Bolsa Família não teve aumento nesse mês de Janeiro

Muitos beneficiários estão perguntando se o Bolsa Família não teve aumento esse mês. Essa dúvida é comum no início de um novo ano, visto que devido outros aumentos governamentais algumas pessoas cogitam o aumento.

Bolsa Família não teve aumento agora em Janeiro

Agora em Janeiro o Bolsa Família não teve aumento. Embora alguns beneficiários estejam falando sobre um suposto aumento, tudo isso não passa de mais uma fake news. Até agora o Governo Federal não anunciou nenhum aumento nos valores dos benefícios do programas. A única informação concreta é que o governo pensa em mudar o programa. A mudança no Bolsa Família afetaria desde o nome até os valores dos benefícios e a atual linha de pobreza considerada para calculo de recebimento do benefício.

Não existe outro Abono ou Décimo agora em Janeiro

Outra suposição levantada por alguns beneficiários é que em Janeiro existiria outro Abono Natalino (Décimo Terceiro do Bolsa)
para as famílias. Essa outra fake news surgiu porque alguns beneficiários ao consultar seu benefício em outros aplicativos encontrava a informação do Abono. Para agravar a situação, o Aplicativo Oficial também passou por problemas com informações atrasadas.

Quer saber mais sobre esse outro suposto Abono Natalino? Acessa aqui nosso vídeo

Outro fator que ajudou na proliferação do boato é que o Abono Natalino Federal fica disponível por até 90 dias após sua liberação. Então no caso dos beneficiários que ainda não sacaram o Abono do Bolsa em Dezembro, a parcela encontra-se disponível.

O meu Bolsa Família aumentou?

Fique sabendo agora mesmo

O aumento do salário mínimo aumenta também o Bolsa Família?

Nâo! O aumento do salário mínimo não provoca um aumento do Bolsa Família. A única influência do aumento do salário mínimo é no Cadastro Único, na hora da entrevista. A família que recebe um salário mínimo oriundo de algum trabalho precisa declarar o valor por meio de uma atualização cadastral. Como ocorreu o aumento do salário mínimo é necessário informar corretamente o novo valor. A família que deixa de atualizar o cadastro corre sérios riscos de cair em uma Averiguação Cadastral (Fiscalização) e até mesmo ter que responder futuramente por recebimento indevido.

Comentários