Mais de 11 mil famílias já fizeram Desligamento Voluntário em 2019

Conforme dados do Ministério da Cidadania, cerca de 11 mil famílias fizeram Desligamento Voluntário em 2019. Essas famílias deixaram o programa Bolsa Família por alegarem que não necessitam mais do benefício.

Famílias fizeram Desligamento Voluntário do Bolsa Família

As 11 mil famílias que já fizeram o Desligamento Voluntário em 2019 alegaram ter uma nova renda muitas vezes oriunda de um novo emprego ou até mesmo uma aposentadoria. As famílias que fizeram o Desligamento Voluntário podem voltar de maneira muito mais rápida ao programa.

Retorno Garantido ao Bolsa Família

Quem faz o Desligamento Voluntário tem a possibilidade de voltar ao programa em até 36 meses após o desligamento. O retorno é imediato e a família não entra em lista de espera. Para isso, é necessário que o Responsável Familiar procure o gestor do Bolsa Família e atualize o cadastro. Logo após, solicite a reversão do cancelamento, pois agora necessita novamente do benefício.

Entretanto, o Retorno Garantido só é permitido se a família voltar a ter perfil para o Bolsa Família. Nesse caso, a renda per capita familiar precisa ser de até R$ 178,00 por mês, o que caracteriza a família como abaixo da linha da pobreza.

Notícia que 500 mil famílias teriam feito Desligamento Voluntário em 2019 é falsa

Durante o início do ano circulou uma mensagem que já nos primeiros sete dias do ano, mais de 500 mil famílias teriam feito Desligamento Voluntário do Programa. Essa mensagem que circulou é falsa e fugiu completamente da realidade. Muitas gestões do Bolsa Família ainda estavam fechadas nos primeiros dias do ano e o número de 520 mil é absurdo. Ainda por cima, levando-se em consideração que poucas famílias ainda conseguem entender a importância do desligamento.

Mais de 3,1 milhões de famílias saíram voluntariamente do programa desde 2003

Desde 2003 quando o programa foi criado, um total de mais de 3,1 milhões de famílias deixaram o Bolsa Família. Contudo, esses dados são de 2015 e o número cresceu ainda mais até os dias atuais. Essas famílias fizeram o Desligamento Voluntário e deixaram voluntariamente o programa por terem uma renda acima do permitido.

A transparência por parte do beneficiário foi fundamental para a concretização desses desligamentos. Pois esse é um procedimento voluntário e demanda a conscientização da população em ceder a vaga para quem mais necessita naquele momento.

Deixe um comentário