Golpe do Bolsa Família no Whatsapp atingiu 1 milhão de pessoas

Um golpe do Bolsa Família no Whatsapp já atingiu mais de 1 milhão de pessoas. Desde o dia 15 de janeiro, os links que acompanham as mensagens já tiveram mais de um milhão de acessos. Segundo dados da PSaface, isso equivale a cerca de 70 mil novos usuários afetados por dia pelo golpe.

Golpe do Bolsa Família no Whatsapp promete 350 reais

O golpe que circula por mensagens via whatsapp promete um bônus de R$ 350,00 para os beneficiários do Bolsa Família.
Esse suposto valor, conforme a falsa mensagem, será para as famílias comprarem o material escolar 2020.

Na verdade, esse golpe se aproveita de outro boato que surgiu recentemente referente a um suposto Cartão Material Escolar. E como já falamos aqui, não existe Cartão Material Escolar para todo o país. O que na verdade existe é um Cartão Material Escolar sendo distribuído apenas no Distrito Federal, onde surgiu o projeto.

Saiba mais em nosso artigo

Golpes a respeito do Bolsa Família estão cada vez mais comuns

Os golpes virtuais estão cada vez mais envolvendo o Bolsa Família. Esse é bem o terceiro Golpe do Bolsa Família no Whatsapp que ganha grande proporção. Isso se dá pelo fato de muitos beneficiários não prestarem atenção nas informações e nos links maliciosos que são divulgados. Animados com a possibilidade de ganhar uma renda extra, muitos compartilham os links e as mensagens com outros beneficiários.

Atenção: Golpe do Bolsa Família circula no whatsapp

Enquanto alguns ficam se perguntando se a mensagem é verdade, boa parte ou até mesmo a maioria acaba se cadastrando nesses links e entregando dados sigilosos. Esses dados posteriormente podem ser usados por hackers e pessoas mal intencionadas.

Não existe cadastro online para receber valores do Bolsa Família

É bom alertar que não existe cadastro online para recebimento de valores do programa. Todos os atendimentos referentes ao Bolsa Família são feitos diretamente na sede do Programa Bolsa Família e Cadastro Único do seu município. Questões relacionadas a recebimento e cartão também são resolvidas diretamente nas agências da Caixa Econômica Federal. E não existe nenhum site do Governo Federal onde o beneficiário precisa se cadastrar. O único cadastro que a família precisa fazer é o Cadastro Único nas sedes municipais do programa.

Fernando Felix
Bolsa Família

Comentários