Governo volta atrás e não vai antecipar Segunda Parcela do Auxílio Emergencial

O Governo Federal voltou atrás e anunciou que não vai antecipar Segunda Parcela do Auxílio. A notícia foi divulgada pelo Ministério da Cidadania na noite de hoje (22/04).

Governo não vai Antecipar Segunda Parcela do Auxílio

A desistência do Governo ocorreu por falta de verba. Segundo o Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, será necessário aprovar crédito suplementar para o pagamento da Segunda Parcela do Auxílio.

Será lançado novo Calendário da Segunda Parcela do Auxílio

Com a necessidade de aprovar o crédito suplementar para o pagamento das três parcelas do Auxílio Emergencial, o Ministério da Cidadania afirmou que irá lançar um novo calendário referente ao pagamento da segunda parcela.

Ministério não vai antecipar a Segunda Parcela do Auxílio que estava prevista para começar dia 27 de Abril. Anteriormente já tinha sido adiantada e teria início já no dia 23. O pagamento seria feito entre os dias 23 ao 29, sendo divido pelos meses de nascimento. Essa Segunda Parcela seria adianta exclusivamente para aqueles inscritos no Cadastro Único e para todo os inscritos via App ou Site da Caixa.

Governo já pagou 31 Bilhões em Auxílio Emergencial

O Ministério da Cidadania em nota relatou que o recurso disponível para cada uma das três parcelas é de R$ 32,7 bilhões, dos quais já foram transferidos R$ 31,3 bilhões, e ainda serão avaliados cerca de 12 milhões de cadastros para a primeira parcela.

Foram realizados cerca de 45 milhões de cadastros no App do Auxílio Emergencial dos quais 32 milhões ja foram processados pela Dataprev

Atualização no App do Auxílio Emergencial

O Ministério da Cidadania também declarou em nota à imprensa que foi realizada uma atualização no App do Auxílio Emergencial. A Caixa disponibilizou já a nova versão que pretende ser mais rápida e vai facilitar novos cadastros e a revisão de quem já solicitou o auxílio entre os dias 07 e 10 e por algum motivo ficou inelegível ou não teve sua repostas no app. Essas pessoas podem revisar seu cadastro no Aplicativo.

Fernando Felix
Bolsa Família

Comentários