Começa Pagamento do Bolsa Família de Fevereiro

Teve início o Pagamento do Bolsa Família de Fevereiro. É a segunda parcela do ano que será paga aos
beneficiários do programa. Esse mês, um total de 13.216.880 famílias serão beneficiadas, dando um valor total de R$ 2.521.099.871,00 transferidos e um benefício médio no valor de R$ 190,75.

Pagamento do Bolsa Família de Fevereiro começou dia 12

O pagamento esse mês começou mais cedo devido o feriado de carnaval. Com isso, o calendário de Fevereiro teve início dia 12 (quarta-feira) e vai até o dia 28 (sexta-feira). O repasse segue o calendário de pagamentos do programa e cada família recebe de acordo com o final do NIS.

Bloqueios do Bolsa Família em Fevereiro

A SENARC realiza mensalmente o Bloqueio do benefício de famílias que descumpriram alguma regra do programa ou estão em algum processo de averiguação cadastral. Esses procedimentos são rotineiros e os comandos também são realizados pelas gestões municipais. Em Fevereiro, cerca de 70,8 mil famílias estão com os benefícios bloqueados.

Cancelamentos do Bolsa em Fevereiro

Os Cancelamentos também são processos rotineiros e acontecem após o monitoramento da SENARC. Fim da Regra de Permanência, recancelamentos/monitoramentos da SENARC e comandos realizados por solicitações da gestões municipais são alguams das causas. Em Fevereiro, cerca de 11 mil famílias estão com os benefícios cancelados.

Suspensões em Fevereiro

Já a Suspensão do benefício acontecem em casos mais raros como o recebimento do Seguro Defeso. Famílias que por exemplo recebem o PBF e o Seguro Defeso ficam o benefício do Bolsa Família suspenso até receberem a última parcela do Seguro Defeso. Em Fevereiro, cerca de 7,4 mil famílias estão com os benefícios suspensos.

Quer saber mais sobre o Seguro Defeso???

Como resolver o problema no benefício do Bolsa Família?

Primeiramente a família deve procurar o CRAS ou o setor do Cadastro Único e Bolsa Família que em alguns casos é descentralizado. Ao procurar o setor fale com o Gestor Municipal do Bolsa Família para maiores detalhes sobre o motivo pelo qual o benefício está bloqueado, cancelado ou até mesmo suspenso.

A maior parte dos problemas é simples de resolver, porém a família precisa ter também cumprindo as condicionalidades do programa. Além disso, o Responsável Familiar não pode omitir ou prestar informações falsas durante a entrevista para o Cadastro Único. A família precisa também lembrar de sempre atualizar os dados corretamente e não esquecer de informar qualquer alteração o mais rápido possível. Essas são algumas dicas que evitam inúmeros bloqueios no benefício.

BAIXE AGORA

A maior parte dos Bloqueios e outras repercussões sobre o benefício acontecem devido a falta de atualização cadastral para informar qualquer mudança que tenha ocorrido. Uma simples mudança de escola pode afetar diretamente no benefício da família só pelo fato de que a Responsável Familiar não informou essa alteração junto ao setor do Cadastro Único.

Comentários