Algumas famílias tiveram um susto na hora do saque pois receberam o Bolsa Família no lugar do Auxílio Emergencial.
Recentemente o Governo Federal divulgou que iria pagar o Auxílio Emergencial as famílias beneficiárias do Bolsa Família.
Entretanto algumas famílias que recebem o valor do Bolsa Família menor que R$ 600, ainda assim não tiveram o Auxílio concedido. Mas por qual motivo isso aconteceu? Vamos entender melhor nesse artigo!

700 mil Família irão receber Bolsa Família no lugar do Auxílio! E agora? O que fazer!

Se você recebe menos que R$ 600 de Bolsa Família, automaticamente estaria apto a receber. Porém, algumas famílias mesmo com esse perfil não irão receber o Auxílio Emergencial por estarem com alguma incossistência no Cadastro Único. O que significa isso? Significa que na hora da entrevista foi declarado alguma informação que não é compatível com outros dados que o Governo Federal tem a seu respeito. E nesses casos a maior parte se refere a alguma informação de renda!

Em nota, a SENARC (Secretaria Nacional de Renda de Cidandania) informou que cerca de 700 mil famílias do Bolsa Família não irão receber o Auxílio Emergencial. E enviou uma lista para os municípios contendo as famílias beneficiárias do Bolsa aptas a receber o Auxílio.

Família em Averiguação por Subdeclaração de Renda não recebe o Auxílio Emergencial.

Famílias do Bolsa Família que fazem parte da lista de Averiguação Cadastral 2020 por motivo de subdeclaração de renda ficaram fora da lista do Auxílio Emergencial. Essas famílias já estavam em um processo de fiscalização realizado pelo Governo Federal e que teve início a partir de Março desse ano.

Muitas delas já teriam sido convocadas para atualizar o cadastro por alguma informação de renda não declarada. Uma carteira assinada de algum membro da família ou recebimento de algum benefício que não foi informado no ato do cadastro. Essa família no caso estava sendo investigada por recebimento indevido do Bolsa Família, por estar fora do perfil.

Para essas famílias o governo já tinha estabelecido um prazo para bloqueio e posterior cancelamento do benefício. O governo só não cancelou o benefício dessas famílias antes devido a pandemia do Coronavírus que levou a suspensão por 120 dias do processo de Averiguação Cadastral 2020.

Vínculos incompatíveis com o recebimento do Auxílio

O Governo Federal considera que algumas famílias possuem pessoas acima de 18 anos com vínculos incompatíveis com o recebimento do Auxílio Emergencial. No cruzamento dos dados do governo com a DATAPREV essa informação foi identificada.

Não recebi o Auxílio e agora? O que fazer!

Para as famílias beneficiárias do Bolsa Família que não receberam o Auxílio Emergencial, não tem muito o que fazer! Se o valor sacado foi apenas o do Bolsa Família e lá consta no aplicativo esse valor como liberado, infelizmente a família está nessa Averiguação Cadastral por subdeclaração de renda e não estará apta a receber as parcelas do Auxílio.

Porém, caso a família tenha alteração de renda de renda pode ser que futuramente se encaixe para receber o Auxílio. Entretanto, o Governo Federal não informou sobre esses casos e a possibilidade de se encaixar nos próximos meses para receber o Auxílio.

Participe da conversa

3 Comentários

  1. Engraçado q no Dataprev não fui celecionada pq tenho emprego formal ,mas não entendo pq estou desempregada e com sua criança…
    Isso e muito injusto pessoas c carteira assinada conseguiram o benefício

Deixe um comentário

Comentários