Auxílio por mais 3 meses: Guedes afirmou em vídeoconferência realizada na última terça-feira. O Governo Federal prorrogará o Novo Auxílio mais três meses.

A prorrogação do benefício deve acontecer antes de uma reforma no programa Bolsa Família. Com isso, o Governo pretende melhorar a imagem do Presidente Bolsonaro tanto para a população como para os parlamentares aliados.

Auxílio por mais 3 meses

Prorrogar o Auxílio Emergencial por mais 3 meses era algo que no início desse ano o Governo Federal nem sequer cogitava.

O Novo Auxílio Emergencial foi aprovado depois de muitos debates e seu fim era certo após as 4 parcelas. Ao fim do Auxílio, o Governo pretendia uma reformulação do Bolsa Família.

Entretanto, a nova proposta de prorrogar o benefício corre nos bastidores com bastante força. Para uma renovação o Governo precisaria de um crédito extraordinário de R$ 12 bilhões.

Prorrogação do Auxílio deve ser  apenas para quem já recebe

O Auxílio Emergencial 2021 trouxe diversas mudanças, dentre elas, o número restrito de beneficiários que teve direito. Com isso, uma possível continuidade do Auxílio deve continuar beneficiando apenas quem já recebe.

Dessa forma, talvez a ideia de melhorar a popularidade do presidente não tenha tanta viabilidade visto que dessa vez muitas pessoas ficaram de fora do benefício.

Prorrogação do Auxílio Emergencial 2021 com mesmo valor

A proposta é que o Governo Federal prorrogue o Auxílio Emergencial 2021 com o mesmo valor que já vem sendo pago atualmente.

O valor do benefício hoje em dia varia de R$ 150 a R$ 375. A ideia é que o público alvo também continue o mesmo. Cerca de 39,1 milhões de pessoas com direito ao benefício.

Adiamento da Reforma do Bolsa Família

Com a nova proposta de continuar o Auxílio Emergencial, o Governo irá adiar a reforma do Programa Bolsa Família. A reforma é muito esperada desde o ano de 2020 quando a proposta surgiu para aumentar o número de beneficiários do programa.

Auxílio Emergencial deverá durar até Outubro

O Ministro Paulo Guedes afirmou em videoconferência que o benefício poderá prorrogado por até mais dois ou três meses. Cerca de 39,1 milhões de brasileiros que atualmente recebem o Auxílio Emergencial devem ser contemplados com a prorrogação do benefício até Outubro.

Leia mais

Participe da conversa

1 Comentário

Deixe um comentário

Comentários