O Auxílio Emergencial deixará de ser pago a quase 3 milhões de beneficiários do Programa Bolsa Família. Com as novas regras houve uma redução significativa no número de beneficiários com direito ao Auxílio.

Auxílio deixa de ser pago 3 milhões de beneficiários do Bolsa Família em Setembro

Até o mês de Agosto um total de 19,2 milhões de beneficiários do programa receberam as cinco parcelas do Auxílio Emergencial. Agora em Setembro, apenas 16,3 milhões de pessoas vinculadas ao programa devem receber as quatro parcelas.

deixa de ser pago

Com isso, o Auxílio deixa de ser pago a essas família. A redução acontece principalmente pela redução no valor da parcela do Auxílio. Anteriormente o benefício era de R$ 600 e agora caiu para R$ 300.

Famílias com Bolsa Família mais vantajoso que o Auxílio

Existem um número de famílias onde o benefício do Bolsa Família é mais vantajoso que o valor do Auxílio Emergencial.

Para essas famílias, o Auxílio deixa de ser pago e a família volta a receber o valor do Bolsa. Esses são os casos das famílias que recebem do Bolsa o valor igual ou maior que R$ 300.

Quem começou a receber depois de Abril terá menos parcelas

Outra regra que trouxe mudanças significativas é que as famílias que tiveram seu Auxílio contemplado após o mês de Abril, devem receber menos parcelas.

Existem inclusive pessoas que não devem receber nenhuma parcela de R$ 300, pois foram contempladas com o Auxílio após contestação e somente em Agosto. Esse é o caso das famílias do Lote 7 do Auxílio.

Auxílio Emergencial Residual

O benefício ganhou uma nova fase a partir da sexta parcela do Auxílio Emergencial. Agora o benefício é chamado de Auxílio Emergencial Residual.  Esse valor é a diferença entre a soma dos R$ 300 recebidos por cada beneficiário do núcleo familiar (ou os R$ 600 nos casos de mãe chefe de família) e o valor que a família recebe do Bolsa. Caso o valor do Bolsa Família seja maior, a família receberá apenas o benefício do Bolsa.

Redução no número de Cotas do Auxílio

A redução no número de Cotas do Auxílio que uma família tem direito também trará grande impactos no número de pessoas aptas a receber o Auxílio.

Essa redução afeta diretamente as famílias que tinha direito a 3 Cotas do Auxílio (sendo 2 pela mãe chefe de família e 1 por outro membro). Agora o Auxílio está limitado a 2 Cotas.

Leia Mais

 

Deixe um comentário

Comentários